Skip to content

Vacina contra a dengue: quem pode e quem não pode tomar?

Imunizante deverá começar a ser aplicado a partir de fevereiro para grupos prioritários e regiões mais afetadas pela doença

 

O Ministério da Saúde incorporou a vacina contra a dengue no Sistema Único de Saúde (SUS) e deve iniciar a vacinação a partir de fevereiro. O Brasil é o primeiro país do mundo a oferecer o imunizante no sistema público universal.

Segundo a pasta, a vacina, conhecida como Qdenga, não será utilizada em larga escala em um primeiro momento, já que o laboratório fabricante, Takeda, afirmou que tem uma capacidade restrita de fornecimento de doses. Por isso, a vacinação será focada em público prioritários, como idosos, e em regiões com maior incidência. Por uma restrição da capacidade de produção do fabricante, só será possível oferecer 6,2 milhões de doses em 2024, para 3,1 milhões de pessoas.

Qual é a característica da vacina?

A vacina Qdenga é uma vacina tetravalente contra a dengue e consiste em uma cepa 2 do vírus da dengue atenuado caracterizada molecularmente e 3 cepas recombinantes de vírus da dengue 2 atenuado que expressam antígenos de superfície correspondentes aos sorotipos 1, 3 e 4 da dengue. Ela induz uma resposta semelhante àquela produzida pela infecção natural, mas sem causar a doença.
Quando começa a vacinação?

O cronograma de entrega proposto pela fabricante para as doses da vacina é de 460 mil doses em fevereiro, 470 mil em março, 1.650 milhão em maio e agosto, 431 mil em setembro e 421 mil em novembro.
A vacina é segura?

Segundo a Anvisa, a segurança e a eficácia da vacina foram comprovadas por meio de dados técnicos e científicos. Na avaliação clínica da vacina foi demonstrada uma eficácia geral de Qdenga de 80,2% contra a dengue causada por qualquer sorotipo em 12 meses após administração da vacina.
Quantas doses devem ser tomadas?

O ciclo completo de imunização é atingido com as duas doses com intervalo de 3 meses.
Quem pode tomar a vacina?

Ela é indicada para a prevenção da dengue para pessoas dos 4 aos 60 anos de idade. Mesmo quem nunca teve a doença pode tomar.
Quem não pode tomar?

– Quem apresentou hipersensibilidade a qualquer componente da formulação ou após dose anterior de QDenga.
– Pessoas com imunodeficiências primárias ou adquirida.
– Pessoas que vivem com o vírus HIV, sintomáticas ou assintomáticas.
– Gestantes.
– Mulheres que estão amamentando.
Quais são os efeitos colaterais?

Segundo a bula da vacina, os efeitos colaterais são dor no local da injeção, dor de cabeça, dor muscular, vermelhidão no local da injeção, mal-estar geral, fraqueza, infecções do nariz ou garganta, febre, diminuição do apetite, irritabilidade e sonolência. Outras reações comuns: inchaço no local da injeção, dor ou inflamação do nariz ou garganta, hematoma no local da injeção, coceira no local da injeção, inflamação da garganta e amígdalas, dor nas articulações e doença gripal. 

Fonte: SCC com SBT NEWS
Compartilhe essa notícia

Navegue pelos posts!

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mensagem do dia

Ouça e faça o Download da nossa mensagem do dia!

Previsão do Tempo

Xaxim - SC, BR
04/03/24
18°C
nublado
Facebook
Instagram
WhatsApp Promoções
WhatsApp Pedidos de Músicas
Baixe nosso App