Skip to content

Veja cuidados necessários com a saúde durante onda de calor intenso

Altas temperaturas podem provocar desidratação, insolação e agravamento de doenças cardiorrespiratórias.

 

As temperaturas seguem elevadas em todas as regiões de Santa Catarina no decorrer da semana. As máximas podem chegar aos 40ºC em áreas próximas à divisa com o Rio Grande do Sul e na fronteira com a Argentina, além do Vale do Itajaí, de acordo com a previsão da Defesa Civil.

 

“Ao longo da semana, os dias já amanhecem abafados e as temperaturas se elevam rapidamente até o período da tarde. Até quarta-feira, estão previstas máximas por volta dos 38ºC em algumas áreas. No restante da semana, elas devem ficar perto dos 35ºC em todas as regiões”, ressalta a meteorologista da Secretaria de Estado da Proteção e Defesa Civil, Nicolle Reis.

 

O calor intenso pode provocar alguns problemas de saúde, aumentando, por exemplo, o risco de desidratação, insolação e o agravamento de doenças cardiorrespiratórias.

 

Para amenizar os efeitos negativos das altas temperaturas, alguns cuidados são fundamentais.

 

O principal deles é beber bastante água, mesmo antes de sentir sede, para manter o corpo hidratado. Além disso, a água também ajuda a manter a temperatura do corpo mais resfriada, reduzindo os riscos de uma insolação. A recomendação é ingerir entre dois e três litros de água em pequenas quantidades ao longo do dia.

 

Também é necessário aumentar os cuidados com a hidratação de crianças, idosos e gestantes, que são mais vulneráveis aos efeitos do calor intenso.

 

Alimentação requer atenção especial

 

Manter uma alimentação balanceada durante os dias mais quentes também ajuda a prevenir as consequências negativas do forte calor no organismo.

 

Os alimentos pesados e muito gordurosos devem ser evitados, porque têm o processo de digestão mais lento e demandam mais energia do corpo.

 

“É muito importante a ingestão de alimentos leves e frescos, como saladas e frutas, que têm mais fácil absorção. Também não é recomendável comer em grandes quantidades em uma única refeição”, explica o superintendente de Vigilância em Saúde de Santa Catarina, Fábio Gaudenzi.

 

Deve-se tomar cuidado, ainda, com a higiene dos alimentos e evitar se alimentar em locais desconhecidos e com higiene precária. A falta de cuidados pode resultar em gastroenterites e infecções intestinais, o que pode aumentar a desidratação.

 

Também é preciso evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas neste período para reduzir a perda de líquido do corpo.

 

Cuidados durante exercícios físicos e exposição ao sol

 

A exposição ao sol deve ser evitada das 10 às 16 horas. Além do risco de desidratação, a radiação ultravioleta neste período é intensa, o que pode causar queimaduras na pele e até insolação.

 

As pessoas devem procurar locais com sombra e bem ventilados. Caso a exposição ao sol seja inevitável, é fundamental usar protetor solar, além de chapéus e bonés.

 

Os exercícios físicos não são recomendados durante o período mais quente do dia, devendo ser feitos bem cedo pela manhã ou no final da tarde, quando as temperaturas não são tão elevadas. Além disso, a hidratação deve ser intensificada ao longo da atividade.

 

O médico Fábio Gaudenzi alerta para a importância de seguir essas recomendações. “A atividade física eleva a temperatura corporal, por isso não deve ser realizada durante o período mais quente do dia. O calor excessivo e a falta de hidratação adequada podem provocar problemas de saúde como queda de pressão e aumentam o risco de doenças cardiovasculares”.

 

Outra indicação é usar roupas leves, largas e de cores claras, que facilitam a diminuição da temperatura do corpo.

Fonte: Oeste Mais
Compartilhe essa notícia

Navegue pelos posts!

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mensagem do dia

Ouça e faça o Download da nossa mensagem do dia!

Previsão do Tempo

Xaxim - SC, BR
04/03/24
18°C
nublado
Facebook
Instagram
WhatsApp Promoções
WhatsApp Pedidos de Músicas
Baixe nosso App