Skip to content

Com Centro em Cardiologia recém habilitado pelo Estado, Hospital de Xanxerê realiza primeiro implante de marcapasso

O Hospital Regional São Paulo (HRSP) de Xanxerê realizou com sucesso o primeiro Implante de Cardioversor com Desfibrilador (CDI) pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O procedimento foi possível porque há poucas semanas o Governo do Estado habilitou o hospital como Centro de Referência em Alta Complexidade Cardiovascular – sendo a primeira unidade do Grande Oeste. Antes disso, os pacientes precisavam se deslocar para a Grande Florianópolis.

O implante foi feito no paciente Zelmino Bevilaqua, 83 anos, morador de Modelo, no Extremo Oeste. Ao lado do filho Clairton, o paciente reforçou gratidão à equipe médica e a todos os colaboradores da instituição. Pai e filho também destacaram a felicidade de contar com o procedimento de CDI na região. “O Hospital Regional São Paulo é referência em cardiologia. Agora, com a ampliação dos serviços, o hospital vai contribuir, ainda mais, com as pessoas. Isso é motivo de orgulho para todos”, destacaram.

A secretária de Estado da saúde, Carmen Zanotto, explica que o Hospital Regional de Xanxerê é uma unidade prestadora de serviço do SUS e que, até o início deste ano, realizava apenas alguns procedimentos cardíacos. “Quando chegava na colocação de um marcapasso mais complexo, o hospital tinha que pedir a transferência do paciente para o Instituto de Cardiologia, na Grande Florianópolis. Com a determinação do governador Jorginho Mello para a redução do tempo de espera e da distância para os pacientes fazerem o procedimento, conseguimos habilitar pela Secretaria de Estado da Saúde a realização de mais procedimentos cardiológicos, além daqueles que já eram feitos”, afirmou.

Com isso, os pacientes são atendidos com mais rapidez, qualidade e mais próximo às suas residências, abrangendo não só Xanxerê, mas toda a macrorregião do Extremo Oeste.

“Queremos agradecer muito a equipe do hospital e aos profissionais. Agora pelo SUS, pela Secretaria de Estado da Saúde, com recursos do Governo do Estado, nós estamos habilitando e pagando esses procedimentos, que alguns deles chegam a custar R$ 50 mil, como é o caso do marcapasso CDI”, completou Carmen Zanotto.

Conforme a direção do HRSP, o CDI é um procedimento indicado para pacientes com problemas cardíacos graves e a realização em Xanxerê representa uma conquista significativa para a região, pois aumenta a qualidade do atendimento, diminui a necessidade de longas viagens, proporcionando conforto e esperança aos pacientes e famílias. “Antes dessa habilitação, os moradores precisavam aguardar vaga e se deslocar até o Instituto de Cardiologia da Grande Florianópolis, enfrentando dificuldades devido à distância. Só temos a agradecer à Secretaria de Estado da Saúde por considerar nosso hospital”, explicou o diretor Administrativo do HRSP, Fábio Lunkes.

Fonte ASCOM

Compartilhe essa notícia

Navegue pelos posts!

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mensagem do dia

Ouça e faça o Download da nossa mensagem do dia!

Previsão do Tempo

Xaxim - SC, BR
27/02/24
22°C
nublado
Facebook
Instagram
WhatsApp Promoções
WhatsApp Pedidos de Músicas
Baixe nosso App