Skip to content

Chapecoenses podem destinar até R$ 15 milhões do Imposto de Renda para projetos sociais

Foto Prefeitura de Chapecó

 

Cerca de R$ 15 milhões de arrecadação do Imposto de Renda que poderiam ser destinados para projetos sociais em Chapecó são enviados anualmente para o Governo Federal, em Brasília. Em Chapecó, no ano passado, foi captado cerca de R$ 1 milhão, segundo a secretária da Família e Proteção Social, Isabel Trierveiler Machado. E esse número era muito menor.

 

Por isso na manhã desta segunda-feira foi realizada a terceira edição do Café da Manhã da Campanha de Destinação do Imposto de Renda para os Fundos Especiais, realizado pela Secretaria da Família e Proteção Social da Prefeitura de Chapecó, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Chapecó, Conselho Municipal dos Direitos do Idoso, com o apoio da Fiesc, Acic e Sindicont. O ato foi no Centro de Cultura e Eventos de Chapecó.

 

“Queremos incentivar que os recursos fiquem aqui e possam auxiliar os projetos que atuam para melhorar a vida das crianças, adolescentes e idosos. Temos belos trabalhos que podem ser ampliados com o aumento de volume de recursos para esses fundos sociais. Procure o seu contador”, disse Isabel.

 

O gerente regional da Fiesc, Jardel Carminatti, lembra que há alguns anos o volume captado era de cerca de R$ 30 mil e está aumentando graças ao incentivo e divulgação dessa possibilidade. O coordenador do Portal Social da Acic, Dalvair Angheben, explicou que o portal surgiu para que os recursos ficassem em Chapecó, beneficiando as instituições a a população da cidade.

 

“Os recursos vão para Brasília de bitrem e voltam de carrinho de mão. As pessoas físicas podem destinar 6% do Imposto de Renda, sendo 3% para o Fundo da Criança e do Adolescente e 3% para o Fundo Municipal do Idoso no ato da declaração, modelo completo. Não é doação, é destinação. As pessoa jurídicas que são tributadas pelo lucro real também podem destinar 9% do imposto de renda para os fundos sociais. O potencial é enorme”, disse Dalvair.

 

Durante o evento, o presidente do Sindicont Chapecó, Carmo Alex Röhrig, fez uma explanação sobre a destinação dos recursos.

 

O presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Manoel de Souza Netto Brasil, destacou que o conselho é formado por 28 entidades, que avaliam e acompanham os projetos beneficiados.

 

Um dos beneficiados é o Programa Socieducativo Verde Vida, que atende 160 crianças e adolescentes.
“Nós temos um projeto de captação de R$ 500 mil e já conseguimos captar R$ 101 mil com duas empresas. Esperamos conseguir chegar no valor total”, disse o presidente do Verde Vida, Luiz Eduardo Gonçalves.

 

O presidente da Câmara de Vereadores, André Kovaleski, também incentivou a destinação dos recursos para os projetos sociais de Chapecó. Marli Machado esteve representando o Conselho Municipal do Idoso.

 

Foto Prefeitura de Chapecó

Outras informações podem ser obtidas no site da Prefeitura (www.chapeco.sc.gov.br).

 

Fonte ClicRDC/ Prefeitura de Chapecó

Compartilhe essa notícia

Navegue pelos posts!

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mensagem do dia

Ouça e faça o Download da nossa mensagem do dia!

Previsão do Tempo

Xaxim - SC, BR
13/04/24
26°C
nublado
Facebook
Instagram
WhatsApp Promoções
WhatsApp Pedidos de Músicas
Baixe nosso App