Skip to content

Após 2º caso de gripe aviária em 2023, SC reforça cuidados de biossegurança

Após o segundo caso de gripe aviária identificado em Santa Catarina em 2023, a Cidasc (Companhia de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina) reforça cuidados de biossegurança aos produdores locais.

A presidente da companhia, a médica veterinária Celles Regina de Matos, esclarece que todo o Estado está mobilizado. Os veterinários da Cidasc seguem fazendo monitoramento a partir da propriedade de Maracajá, no Sul catarinense, onde foi identificado o último caso da doença.

“Foi feita a depopulação na propriedade em foco e equipes formadas estão no entorno, a dez quilômetros do raio. Eles estão verificando nas propriedades se há mais aves com sintomas clínicos ou, emcaso não haja, fazendo também a educação sanitária para que os produtores saibam como evitar a doença”, ressalta a presidente.

O caso de gripe aviária foi confirmado no último sábado (17). A Secretaria de Estado da Agricultura e a Cidasc ressaltam que o foco identificado não compromete a condição sanitária do Estado de Santa Catarina e do país, pois a produção comercial de aves continua livre da doença.

Celles Regina destaca que, imediatamente, foi acionado o comitê agrícola do Estado, com representantes da Cidasc, do Ministério da Agricultura, da Defesa Civil, das agroindústrias.

Sintomas

A médica veterinária informa que os sintomas clínicos são respiratórios e nervosos. Os primeiros podem ser percebidos por secreções em cima do bico, além de olhos e barbela inchados. Já os sintomas nervosos incluem andar cambaleante, pescoço torcido e as aves andam em círculos.

Principais cuidados

– Aves de fundo de quintal devem ficar mantidas fechadas em galpão ou uma pequena casa, não apenas cercadas, para evitar contato com aves silvestres;

– Aves de produção comercial: galpão deve ser mantido totalmente vedado a animais externos, com a entrada proibida de pesssoas estranhas à produção das aves;

– Trocar o calçado e as roupas que foram usadas para entrar no galpão;

– Clorar adequadamente a água para as aves;

– Impedir entrada de outros animais;

– Silos de ração devem ser limpos, para evitar que aves externas se alimentem e e contaminem aves da criação.

Celles Regina de Matos lembra, ainda, que após uma nota técnica proibindo eventos agropecuários com aves emitida pelo governo catarinense, o Ministério da Agricultura também seguiu o mesmo sistema e determinou a proibição para todos os Estados do Brasil.

“Todos fazemos as melhores práticas. Somos profissionais na criança de aves em Santa Catarina. Nosso Estado é referência. A hora de cuidar da saúde delas é agora”, destaca a presidente.

Casos suspeitos de gripe aviária podem ser relatados por meio de telefone como 0800, 643, 9300. Os produtores também podem procurar os escritórios locais da Cidasc ou as secretarias de agricultura municipais para relatar as suspeitas.

 

Fonte: ND+

Compartilhe essa notícia

Navegue pelos posts!

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Escolha seu streaming

Mensagem do dia

Ouça e faça o Download da nossa mensagem do dia!

Previsão do Tempo

loader-image
Xaxim - SC
12:09, jul 15, 2024
temperature icon 14°C
nublado
Humidity 90 %
Wind Gust Wind Gust: 8 Km/h
Clouds Clouds: 100%
Sunrise Sunrise: 07:17
Sunset Sunset: 17:53